Adaptive Combat Rifle

 Nota: Não confundir com Advanced Combat Rifle.
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde novembro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde novembro de 2017). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Adaptive Combat Rifle (ACR)

O Bushmaster ACR (esquerda) e um SCAR-L (direita)
Tipo Fuzil de assalto
Carabina
Local de origem Estados Unidos
História operacional
Guerras Guerra no Afeganistão
Histórico de produção
Criador Magpul Industries
Data de criação 2006
Fabricante Remington Arms (Militar)
Bushmaster (Civil)
Período de
produção
2010–presente
Especificações
Cartucho

O Adaptive Combat Rifle (ACR), ou português, Rifle de Combate Adaptável) é um fuzil de assalto desenvolvido pela Magpul Industries de Austin, Texas para o exército dos Estados Unidos, originalmente chamado de Masada. No final de janeiro de 2008, Bushmaster entrou em um acordo de licenciamento com Magpul, pelo qual Bushmaster assumiria a produção, o desenvolvimento futuro e as vendas da Masada.[2][3]

Este fuzil viu seu batismo de fogo durante a recente guerra do Afeganistão.

História[editar | editar código-fonte]

Origem[editar | editar código-fonte]

O design original do Magpul Masada representou uma combinação de vários projetos de fuzis recentes, incorporando o que foi considerado pelos seus designers como as melhores características de cada um em um único fuzil, leve e modular.[4] Características de design do Armalite AR-18 (sistema de gás de curto-curso), o FN SCAR (receptor superior, local do processador de carga), o Heckler & Koch G36 e XM8 (uso liberal de componentes polímero), e o M16/AR-15 (pacote de gatilho, cano, grupo de controle de fogo) estavam presentes. O fuzil também incluiu vários recursos desenvolvidos por Magpul, como um sistema de cano de mudança rápida/sistema de munhão, regulador de gás ajustável, alavanca de carga não reciprocante e compartimentos de armazenamento localizados no estoque e no aperto. [5] Antes do acordo com o Bushmaster, a Magpul efetuou mudanças adicionais no seu projeto, o mais óbvio era o deslocamento do manipulador operacional ambidestro para uma posição a frente (um pouco semelhante as séries de armas Heckler & Koch G3 e Heckler & Koch MP5). O calibre da arma poderia ser facilmente alterado, substituindo a cabeça do parafuso, a carregador e o cano.

Usuários[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. ab «Remington Defense». Remingtonmilitary.com. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  2. Bushmaster press release: "Bushmaster and Magpul Team to Bring Advanced Rifle to Market". Página acessada em 12 de fevereiro de 2015.
  3. "ACR - Remington Defense". Página acessada em 12 de fevereiro de 2015.
  4. «MagPul Masada Adaptive Combat Weapon System (ACWS) Makes Its Debut». Defense Review. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  5. (PDF) https://web.archive.org/web/20070321042528/http://www.magpul.com/Masada_inside.pdf. Consultado em 11 de novembro de 2017. Arquivado do original (PDF) em 21 de março de 2007  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  6. «SPECIAL OPS SITREP: ACR w Afganistanie - blog SITREP | Special-Ops.pl - Portal Ludzi Akcji». Special-Ops.pl. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  7. «Polish Use of ACR in Afghanistan - Soldier Systems Daily». Soldiersystems.net. 18 de abril de 2012. Consultado em 11 de novembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adaptive Combat Rifle

(em inglês)

Este artigo relativo a armas de fogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 Nota: Não confundir com Advanced Combat Rifle.
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde novembro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde novembro de 2017). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Adaptive Combat Rifle (ACR)

O Bushmaster ACR (esquerda) e um SCAR-L (direita)
Tipo Fuzil de assalto
Carabina
Local de origem Estados Unidos
História operacional
Guerras Guerra no Afeganistão
Histórico de produção
Criador Magpul Industries
Data de criação 2006
Fabricante Remington Arms (Militar)
Bushmaster (Civil)
Período de
produção
2010–presente
Especificações
Cartucho

O Adaptive Combat Rifle (ACR), ou português, Rifle de Combate Adaptável) é um fuzil de assalto desenvolvido pela Magpul Industries de Austin, Texas para o exército dos Estados Unidos, originalmente chamado de Masada. No final de janeiro de 2008, Bushmaster entrou em um acordo de licenciamento com Magpul, pelo qual Bushmaster assumiria a produção, o desenvolvimento futuro e as vendas da Masada.[2][3]

Este fuzil viu seu batismo de fogo durante a recente guerra do Afeganistão.

História[editar | editar código-fonte]

Origem[editar | editar código-fonte]

O design original do Magpul Masada representou uma combinação de vários projetos de fuzis recentes, incorporando o que foi considerado pelos seus designers como as melhores características de cada um em um único fuzil, leve e modular.[4] Características de design do Armalite AR-18 (sistema de gás de curto-curso), o FN SCAR (receptor superior, local do processador de carga), o Heckler & Koch G36 e XM8 (uso liberal de componentes polímero), e o M16/AR-15 (pacote de gatilho, cano, grupo de controle de fogo) estavam presentes. O fuzil também incluiu vários recursos desenvolvidos por Magpul, como um sistema de cano de mudança rápida/sistema de munhão, regulador de gás ajustável, alavanca de carga não reciprocante e compartimentos de armazenamento localizados no estoque e no aperto. [5] Antes do acordo com o Bushmaster, a Magpul efetuou mudanças adicionais no seu projeto, o mais óbvio era o deslocamento do manipulador operacional ambidestro para uma posição a frente (um pouco semelhante as séries de armas Heckler & Koch G3 e Heckler & Koch MP5). O calibre da arma poderia ser facilmente alterado, substituindo a cabeça do parafuso, a carregador e o cano.

Usuários[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. ab «Remington Defense». Remingtonmilitary.com. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  2. Bushmaster press release: "Bushmaster and Magpul Team to Bring Advanced Rifle to Market". Página acessada em 12 de fevereiro de 2015.
  3. "ACR - Remington Defense". Página acessada em 12 de fevereiro de 2015.
  4. «MagPul Masada Adaptive Combat Weapon System (ACWS) Makes Its Debut». Defense Review. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  5. (PDF) https://web.archive.org/web/20070321042528/http://www.magpul.com/Masada_inside.pdf. Consultado em 11 de novembro de 2017. Arquivado do original (PDF) em 21 de março de 2007  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  6. «SPECIAL OPS SITREP: ACR w Afganistanie - blog SITREP | Special-Ops.pl - Portal Ludzi Akcji». Special-Ops.pl. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  7. «Polish Use of ACR in Afghanistan - Soldier Systems Daily». Soldiersystems.net. 18 de abril de 2012. Consultado em 11 de novembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adaptive Combat Rifle

(em inglês)

Este artigo relativo a armas de fogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Dieser Artikel basiert auf dem Artikel Adaptive Combat Rifle aus der freien Enzyklopädie Wikipedia und steht unter der Doppellizenz GNU-Lizenz für freie Dokumentation und Creative Commons CC-BY-SA 3.0 Unported (Kurzfassung). In der Wikipedia ist eine Liste der Autoren verfügbar.